segunda-feira, 16 de março de 2009

Eu creio em milagres.

Ontem uma notícia trouxe a tona velhas lembranças.


“ As células-tronco coletadas do cordão umbilical da recém-nascida Sarah não
sãocompatíveis com o sangue da irmã dela, Júlia, de 8 anos, que tem
leucemia.”




Ainda hoje consigo ouvir a voz da médica que me deu o veredicto que mudou a minha vida:
- Mãe, é melhor alertar o pai para o pior. Essa doença é rara. A solução seria um transplante e como ele é o único filho.
O eco daquelas palavras sem um final, sem uma alternativa ficou pairando no ar.
- Mas eu posso ter outro filho. Em nove meses faremos o transplante.
- Não dá tempo.
Fiquei olhando para o rosto dela com um ponto final enorme na minha frente.
Coube a mim dar essa notícia ao pai que há dois meses segurava nos braços seu primogênito.
O mesmo pai que manteve o pequeno corpinho imóvel enquanto se retirava liquido de sua medula para o diagnóstico: Aplasia de Medula Óssea.
Tinha que ser feito e eu fiz.
Ele olhou firme nos meus olhos e calmante disse:
- Vamos fazer a nossa parte e Deus fará a dele.
Soube tempos mais tarde que ele chorou muito e desesperadamente quando chegou em casa.
Eu não vi, morava no hospital.
Nas horas intermináveis que eu passava entre várias crianças internadas e mães chorosas, eu podia ver meu pequeno brincando sorridente como se ele estivesse em casa. Como se as agulhas e as mangueiras de soro – algumas vezes tomou sangue - fizessem parte de seu corpo.
Ele nunca se entregou. Valente!
Nos dias e noites de vigília mantinha comigo meu radinho de pilha e a Bíblia - que lia horas a fio ouvindo músicas evangélicas.
Nos horários de visita pessoas de várias denominações falavam com Deus ao nosso favor.
E o Senhor foi tão maravilhoso que me cercou por pessoas que sempre me traziam palavras de conforto: enfermeiras, faxineiras, seguranças e até os próprios doentes.
Mesmo assim, quando o desespero tomava conta saíamos em busca de conforto espiritual nas igrejas.
E foi em uma delas que meu filho foi curado.
Quando a palavra do Senhor veio, pela boca de uma jovem irmãzinha, eu a recebi.
Tomei posse.
E minha benção já vai completar 17 anos.
Para honra e glória do Senhor.
Depois dessa benção vieram outras, mas essa é outra história.

“Deus tem uma vida de milagres para todos, basta solicitarmos sua ajuda,
crer em seu poder
sobrenatural, e retirar os obstáculos para que o milagre
aconteça.”


texto: Etelvina de Oliveira (21/09/08)

20 comentários:

Wesllão F. S. Nogueira disse...

Deus é maravilhoso!! Estou muito feliz por vcs!!!!!!

Colibri disse...

Cara amiga,

Deus é maravilhoso e Ele enche nossas vidas.

Deus opera milagres e, através deles, vemos a sua glória.

Que Deus lhe abençoe sempre.

Obrigado pelo seu comentário lá no meu cantinho.

Beijos
Colibri

Uma aprendiz disse...

Obrigada, Wesllão.

Esse testemunho só confirma que Deus faz MILAGRES.

beijo

Uma aprendiz disse...

Obrigada, Colibri.

Que continue abençoando a nós todos.

beijo

Peter Pan disse...

Olhe, linda Amiga:
Um texto comovente...lindo...sem palavras pela ternura...admiração sincera...
Fiquei sensibilizado com a sua doçura, pureza e beleza.
Beijinhos...para os seus também...
Com admiração, encanto...uma prova de gigantesca fé em que acredita...
Maravilhado...

p.p.

Daniel Fernandes disse...

A força do homem ou mulher não está no braço mas sim na fé em crer no que não vê.

Uma aprendiz disse...

Oi, Peter

Fé, esse é o segredo. Quando ela entra em ti torna-se inabalável.


beijo

Uma aprendiz disse...

Sem dúvida, Fernando.

Ela nos move e nos fortalece.
Não sei viver sem Fé.

beijo

Colibri disse...

Cara amiga,

Criei um novo blo só para testemunhos que revelam o poder e a glória de Deus. Gostaria de saber se quer publicar lá este seu testemunho ou então outro da sua preferência.

Beijinhos
Colibri
--
Vem descobrir os Testemunhos de Glória…

Uma aprendiz disse...

QUERO!

Será umahonra, Colibri

beijos

caurosa disse...

Olá, passei para uma visita e adorei seu blog, espero poder voltar mais vezes.

Forte abraço

Caurosa

Uma aprendiz disse...

Eu também espero, Caurosa.
Volte sim.

beijos

Gica disse...

Ola...
amei seu blog e prometo voltar mais vezes.
São histórias como essas que nos animam, Deus realmente existe...

Bjao e mais uma vez parabens!

Uma aprendiz disse...

Oi, Gica

Obrigada por sua visita e seu carinho.

Volte sim, sua presença é importante pra mim.


beijo

silvio disse...

FÉ... como eu anseio por muita,
peço a Deus todos os dias, mas acho que não tenho sabido pedir-LHE.Acredito que no dia que eu conseguir serei uma pessoa completa.
Fiquem co Deus
Silvio

Uma aprendiz disse...

Deus age no silêncio, creia: ele te ouviu.

Fique na Paz

OLHO VIVO disse...

MILAGRES & MILAGRE$
NO QUE CREIO

Que eu creio em milagres disto eu não tenho dúvidas até porque eu sou um deles, o que eu não admito em hipótese alguma e não creio é nesta indústria da exploração do povo estampada diariamente nas telas das televisões e nos templos de entidades que usam a religião como instrumento de abuso na venda de curas que não passam de trapaças e de encenações para ludibriar a fé do povo. Os milagres existem, mas existem também os MILAGREIRO$ que utilizam destas artimanhas para extorquirem boas somas dos desavisados e dos desesperados.

O primeiro ponto a observarmos nesta questão dos milagres relatados na Bíblia é em que circunstâncias eles aconteceram? Invariavelmente todos os milagres descritos nas Escrituras foram resultados de momentos na vida daqueles que foram INSTRUMENTOS para que os mesmos acontecessem, inclusive Jesus. Em momento algum se propagou ou se divulgou, como se faz hoje, que este ou aquele ia passar ou estar em tal lugar e que em estando ali haveria sinais de curas e milagres, isto está muito claro nas Escrituras. Não há relato nas Escrituras sobre campanhas de curas e milagres, ninguém saia avisando que um Super Herói iria estar em tal cidade e ali faria mil e uma maravilhas. Outra coisa é que os homens de Deus, incluindo o próprio Jesus, eram muito reservados quanto a esta prática de curas e milagres, até porque sabia-se que isto poderia se transformar, como aconteceu de fato, numa industria e numa mina de dinheiro e de ESCÂNDALOS. Os milagres nos tempos apostólicos eram realizados através de pessoas SÓBRIAS e comprometidas com o Evangelho, que viviam em função dele EVANGELHO e não de patrocinar entidade, igrejas ou agremiações. Também não era usado para desmoralizar a concorrência ou para demonstração de poder ou de superioridade. Outro fato interessante é que os milagres não se resumiam a isto ou aquilo, curava-se enfermidades, restaurava-se o físico, ressuscitava-se mortos, mas tudo dentro de critérios que de fato pudessem dar sustentação aos acontecimentos. Assim, Jesus usou o lôdo para dar vista ao cego, a água para transformá-la em vinho e até um morto para ser ressuscitado. Outro fato a considerar é que jamais um demônio foi se manifestar dentro de um templo, coisa que hoje é comum, daí se imaginar que há algo errado nas igrejas uma vez que até nos terreiros de umbanda a sua manifestação é rara. Eu poderia ir mais longe, mas fico por aqui.

Segundo, como precederam e como se deu depois de serem consumados os milagres? Invariavelmente todos os milagres relatados nas Escrituras precederam da necessidade da manifestação real do poder de Deus para que o povo pudesse crer naquilo que ouviam. Havia todo o cuidado para que aquilo não se transformasse em um ESPETÁCULO nem tão pouco p paciente fosse exposto ao ridículo como ocorre hoje. Na realidade hoje os CURANDEIROS vivem de mostrar as suas proezas como forma de demonstrarem abertamente quem é o mais poderoso, qual a igreja contabiliza o maior numero de prodígios, qual a igreja tem o milagre mais cabeludo e vai por aí. A linha não muda, todos sem exceção, exploram com irracionalidade a boa fé do povo. Outra coisa é que os favorecidos por um milagre tinham a recomendação expressa de não fazerem qualquer propaganda daquilo que haviam recebido como graça de Deus. Mas, o que se vê hoje é uma indústria de propagandas imoral que visa exclusivamente atrair o povo para ser extorquido dentro das igrejas. A questão fundamental que é a salvação da alma e a conscientização da condição de pecador foi abolida destas igrejas, se é que podemos classificá-las como tal, dando espaço para uma espiritualidade triunfalista baseada na irracionalidade de se procurar Deus pelo que ele pode oferecer e não pelo que ele é.

Continua...

OLHO VIVO disse...

Continuação...

Creio em milagres sim, e sou um deles. Há tempos atrás, caí do telhado da igreja numa altura aproximada de 5,0 metros e para a medicina convencional eu seria parte das estatísticas, mas Deus não permitiu isto e depois de alguns dias ele me levantou do leito hospitalar, fato que deixou os médicos e os que me acompanhavam perplexos. Recentemente estive em um leito hospitalar, com septicemia, desenganado pela medicina aguardando somente o momento de partir, no entanto Deus agiu em meu favor e hoje estou aqui contrariando TODAS as previsões da medicina. Nem por isto eu fui para a minha igreja fazer propaganda do que ocorreu e mesmo assim a sociedade não deixou de saber que eu creio em um Deus que tudo pode.

O que há de fato é uma CONCORRÊNCIA IMORAL E IRRACINAL entre os que vivem desta prática absurda na intenção clara e declarada de promoverem o crescimento de seus grupos religiosos através da exploração da indústria dos milagres. Isto fica ainda mais evidente quando nos programas televisivos o tempo todo é gasto com propagandas de milagres e curas mal explicadas. A humilhação é evidente com os fiéis sendo OBRIGADOS a fazerem acrobacias no palco para comprovarem o tal milagre recebido. Nenhum dos seguidores desta doutrina sequer menciona o céu como objetivo do ser humano, pecado nem pensar, o que evidencia que a salvação se resume a ser curado de uma doença qualquer e pronto. O que vale mesmo é o aqui e agora, a eternidade... Deixa isto para lá, dá muito trabalho para explicá-la para estes curandeiros.

Não encontramos na Bíblia ninguém gritando, dando ordem para Deus, ou fazendo milagres por atacado. Também não encontramos nenhum relato de servos de Deus afirmando que fez ou faz qualquer coisa, os fatos aconteciam naturalmente sem estardalhaço e sem propaganda. Os crentes do passado TESTEMUNHAVAM da graça redentora do amor incondicional de Deus, eles não precisavam de propagandas, pois a vida falava mais alto que as obras e os milagres.

Milagres hão de ser conseqüência e não objetivo na vida espiritual. Antes de qualquer coisa há de se preocupar com a alma e não com o físico, até porque este corpo vai para a sepultura e não para o céu. Fique atento, existem MILAGRES e MILAGRE$ e cabe a você diferenciar um do outro.


Carlos Roberto Martins de Souza
crms2casa@hotmail.com

Anônimo disse...

'' ... ENQUANTO REZAMOS FALAMOS COM DEUS.
ENQUANTO MEDITAMOS DEUS FALA CONOSCO... ''

edinara dos santos disse...

eu nao acreditava em deus ate ler este testemunho onde deus faz milagres para salvar vidas toda a noite eu rezo pedindo a deus que me de forças para que eu possa continuar vivendo nao tenho mais animo para vver que deus abençoe todos voces grande abraço