domingo, 25 de janeiro de 2009

Sonda-me

Sonda-me Senhor
e veja se há em mim sinceridade

Tu conheces meu deitar e meu levantar.
Onde eu poderia me esconder de ti?

Se eu tentasse pesar ou medir
as minhas falhas
nada poderia quantificar
a minha culpa.

Olho a minha volta
e, apesar de não entender,
sei que estás no comando
de todas as coisas.

Pai,
teus olhos veem
onde os meus não alcançam

Sonda, Senhor
o amanhã e o depois
e me fortaleça
para que eu possa
passar por onde o Senhor
já caminhou.

Pai,
derrama da tua graça
e faça com que cada um
que fizer essa oração
possa sentir a Paz da tua presença.


Guarda-nos enquanto dormimos
e nos prepare um novo dia.

Amém!



Texto: Etelvina de Oliveira
Publicado no recanto das Letras em 24/01/09
Código do texto: T1403003

7 comentários:

paula barros disse...

Uma bela oração. Que o Senhor nos guie e oriente. Nos fortaleça, dando serenidade e discernimento.

Assim caminharemos mais leve, e tornaremos o caminho mais florido.

Obrigada por seus comentários, é um prazer imenso tê-la florindo o meu caminho.

Que as bençãos do Senhor, derramem sobre nós a paz, o amor, a compreesão.

abraços forte

Pena disse...

Simpática Amiga:
Uma sensibilidade poética gigantesca de pureza e beleza.
"Habita" uma crença em que acredito.
Jesus era um Homem enorme de bem.
Nunca fez mal a ninguém, pelo contrário.
Achei que a sua poesia vive de enternecimento muito puro e belo.
Preenche-nos de amabilidade e doçura...
Parabéns sinceros. Adorei!

Beijinhos amigos de imenso respeito, estima e consideração.
Repleto de admiração pelo que, carinhosamente, "constrói"...

pena

OBRIGADO pela simpatia expressa no meu humilde "cantinho".
Bem-Haja, amiga! OBRIGADO sentido.

Peter Pan disse...

Linda Amiga:
Devo-lhe outro comentário.
É que sou o Pena e o Peter Pan.
Ainda bem que "os vidrinhos" serviram para uma pessoa doce e preciosa: VOCÊ!
Obrigado pela amabilidade e educação expressas extraordinariamente.
Beijinhos de imensa consideração e respeito.
ONBRIGADO pela linda visita que adorei.
Maravilhado pelo encanto do seu "sentir"

Peter Pan/Pena

OBRIGADO!

Zek disse...

Acho que nesta vida somos todos aprendizes... e quem não aprende a vida trata de ensinar, mesmo que a força!!!

Obrigado pela visita, pelos comentários e sinta-se a vontade para publicar aqui aquele meu poema "minha oração".

Beijos

Pena disse...

Simpática Amiga:
Pensei já ter deixado um comentário aqui.
Um poema lindo. De crença Divinal com um sublime sentir doce, o seu!
É linda, sabia? Escreve com carinho e ternura. As palavras são doces. Jorram por encanto seu.
Bem-Haja!
OBRIGADO pela sua amizade.
Beijinhos de respeito e estima gigantes.
Cordialmente agradecido pela sua significação preciosa.

pena Peter Pan

Desculpe, pensei já ter comentado.
Responderei quando a minha amiga Sininho terminar a postagem lá, no Cantinho do Nunca, de acordo?

Uma aprendiz disse...

Obrigada, Zek, farei isso o mais breve possível.


abraço

Uma aprendiz disse...

De acordo!

Obrigada pela atenção.

Volte sempre, vc é muito generoso em seus comentários.

abraço