quarta-feira, 26 de novembro de 2008

O Deus de cada um...

Li recentemente o livro "O Deus de cada um", de Waldemar Falcão, onde há testemunhos de 09 pessoas que tiveram suas vidas transformadas pela experiência religiosa. Havia testemunho de um membro da Igreja Universal, de um Pai de santo, de uma Monja, de um Sheik, de um Líder do Santo Daime, enfim...

A palavra religião vem do Latim "Religare" que significa "Tornar a ligar" ou "Religar" o homem a Deus. Desde a entrada do pecado no mundo, lá no Jardim do Edém(segundo os relatos Bíblicos) quando Adão & Eva desobedeceram a ordem de Deus e perderam o direito de permanecerem no jardim, o ser humano precisa de meios para se achegar a Deus. No início da humanidade Deus sempre na viração do dia vinha ao Jardim do Edém, ter comunhão com Adão & Eva. Mas o pecado, a desobediência quebrou essa comunhão.

Durante muito tempo o ser humano precisou de um sacerdote para oferecer sacrifícios a Deus e ter acesso a comunhão com Ele. Isso acontecia por meio de rituais religiosos, onde se ofereciam sacrifícios específicos para acessar a presença de Deus.

Mas um dia o "véu se rasgou de alto a baixo", o Cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo, morreu na cruz do calvário para que eu, você e toda humanidade tivéssemos "livre acesso" a comunhão com Deus, sem a interferência de sacerdotes ou rituais religiosos. Hoje só é preciso um "coração quebrantado e contrito" que humildemente busque a Deus, para rapidamente encontrá-lo, pois, Deus não despreza um coração assim.

Dizem por aí que "todos os caminhos levam a Deus", mas isso só será verdade no dia do "juízo final" quando homens de todas as tribos, línguas e nações, estarão diante do Tribunal de Deus, com joelhos dobrados, confessando que "Jesus Cristo é o Senhor", e prestando contas de tudo que fizeram aqui na terra.

E esteja consciente, neste "grande dia", de nada valerá a sua religião, os rituais que você cumpriu. O que valerá mesmo é o nível de comunhão que você desenvolveu com Deus durante toda sua vida. Se você creu, verdadeiramente, que Jesus Cristo é o filho de Deus e obedeceu seus mandamentos (registrados no Novo Testamento - na Bíblia). Não adianta ser um religioso exemplar, se você não vive verdadeiramente uma vida de obediência a Palavra de Deus. Tem pessoas que conseguem obedecer com fielmente as regras da sua religião, mas não conseguem obedecer com fidelidade a Bíblia, a palavra de Deus, os mandamentos de Jesus. Essa atitude é como andar na contra-mão.

No juízo final, todos os caminhos levarão a Deus, mas hoje só há UM CAMINHO que você pode chegar a Deus:

"Dise-lhe Jesus: EU SOU O CAMINHO, a verdade e a vida. Ninguém vem ao PAI a não ser por mim." (João 14:6)


Texto: Andreé Veríssimo

Publicado no dia 30/07/08
no blog: http://metanoia.spaceblog.com.br

2 comentários:

O Profeta disse...

Luminosos msão os teus caminhos...


Doce beijo

Etelvina de Oliveira disse...

Amém!

Que Deus ilumine os nossos caminhos, sempre.


beijo